Follow by Email

terça-feira, 29 de março de 2011

Breno Viola, 1º Brasileiro Faixa Preta de Judô com Síndrome de Down: "Ser campeão não é só ralar muito, é ter amizades"

 

   Os que acompanham o Jiu-Jitsu Online sabem que uma das coisas que mais gostamos chama-se SUPERAÇÃO.
   Breno Viola, Brasileiro nato, fez juz ao lema "Sou brasileiro e não desisto nunca" e tornou-se o 1º Brasileiro Faixa-Preta de judô, graduação máxima deste grande esporte olímpico.
   Veja o que a mãe de Breno disse ao ser perguntada "Como o esporte desenvolveu o Breno?"
"O esporte foi fundamental para solidificar a auto-estima dele e torná-lo referência no Brasil e exterior por ser o primeiro faixa preta de judô das Américas. O judô, aliás, é a segunda família do Breno, permitindo a convivência com amigos que foram fundamentais em seu desenvolvimento. Através do judô, ele se socializou, fez muitas amizades e tornou-se mais extrovertido do que já é. Aos 18 anos, ele começou a fazer musculação na academia By Fit Club, o que também contribuiu para sua socialização: ele participa de todas as festas, vai à baile funk, pratica vela… Ele se sente normal."

    Aos 3 anos de idade ele costumava rolar no tatame com o pai. Com a brincadeira, Breno Viola, 26 anos, descobriu o gosto e a vocação pelo judô. Destacou-se na modalidade e cresceu dedicando-se ao esporte e buscando melhorar sua performance. Em 2002, tornou-se o primeiro brasileiro com síndrome de Down a conquistar a faixa preta do judô. Tanta determinação fez Viola ser premiado com o primeiro lugar na categoria esportes do I Prêmio Sentidos. "Fiquei muito emocionado e orgulhoso por receber esse prêmio", diz Viola.

   Incentivado por sua família a praticar esportes e tendo como espelho o irmão mais velho, que também é faixa preta no judô, Viola conta que seu objetivo é traçar metas. "Eu sempre quis ser lutador. Queria ser tão bom quanto meu irmão. Vi que eu também podia ser como ele", afirma o judoca que treina de segunda a sábado.

   Desde que começou a lutar Viola participou de vários campeonatos dentro e fora do país. Em 2004 foi campeão mundial no torneio Judô For All, na Inglaterra. Este ano, sagrou-se campeão europeu, na Itália. Veja o vídeo em que fala de suas conquistas e sobre si mesmo:



Demian Maia, Breno e Margarida
"Ser campeão não é só ralar muito, é ter amizades" (Breno Viola)

   O amor pelo esporte vai além do judô. Viola também já foi praticante de jiu-jitsu e costumava velejar quando tinha mais tempo livre. Hoje, ele passa mais tempo no tatame e apaixonado por música de todos os tipos - em especial o funk- faz aulas de dança há dez anos. Em novembro, ele fará um teste de lamba-aeróbica para dar aulas em academia. E já está empolgado com um convite que recebeu para ensinar dança para crianças com síndrome de Down.

   Seu maior objetivo, além de se tornar um atleta de ponta no judô, é montar uma equipe formada por atletas brasileiros com síndrome de Down e com isso mostrar o quanto eles são capazes. "Precisamos de oportunidades para mostrar o nosso talento. Quero provar para o mundo que somos todos iguais."

Breno acompanhado do Presidente Lula
Fonte: Equipe Invcitus - Jiu-Jitsu Barbacena, Sentidos, "Colegas, o Filme"
FONTE: http://jiujitsuonline.blogspot.com/2010/10/breno-viola-1-brasileiro-faixa-preta-de.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário