Follow by Email

segunda-feira, 14 de março de 2011

Nindokai

NINDOKAI é um sistema de defesa pessoal baseado nas artes marciais do Japão, assim como nas artes marciais de outros países. NINDOKAI foi fundado e estabelecido pelo Dr. Gerhard Schönberger no ano de 1990 na Alemanha. Este sistema difunde-se rapidamente, sobretudo em círculos policiais, mas também em empresas de segurança, já que se encontra continuamente adaptado às necessidades do século XXI.

NINDOKAI ensina a forma como se termina um combate ou como se evita um ataque presente de maneira bem simples, rápida e eficaz com o menor risco possível para si próprio: isto é, sobreviver!

A palavra NINDOKAI é constituída por três sílabas japonesas (kanji[漢字]): Nin=coração perseverante; Do= caminho; e Kai=escola, tudo correspondendo ao sentido de: escola em que se ensina o caminho do coração perserverante.

Conceitos / técnicas
NINDOKAI não é uma arte marcial nem no sentido moderno (desporto) nem no sentido tradicional, mas sim um sistema metódico de defesa pessoal. Os desportos marciais, tais como o judo, baseiam-se, na sua maior parte, no interesse pela competição e, por isso, ficam fortemente limitados pelas regras com o objectivo de não ferir o oponente (o adversário) com as técnicas usadas. A maioria das artes marciais dedica-se a memorizar técnicas tradicionais das épocas do samurai que naturalmente não podem ser adaptadas hoje em dia. Esta crítica fundamental encontra-se igualmente no conceito de Jeet Kune Do - fundado por Bruce Lee.

Uma pessoa encontrará, contudo, as raízes de NINDOKAI nas artes marciais do Japão; daí procedem na sua origem muitas técnicas básicas (posturas, rolos, quedas, desvios), assim como maneiras durante o treino (respeito, cortesia, etiqueta formal). Outras influências vêm do combate das forças armadas (Close Quarter Battle -CQB-), Ju-Jutsu, Aikido, ou são do âmbito da protecção pessoal. Não são só treinadas técnicas sem armas (Tai jutsu japonês), mas também o combate com e contra armas, em face da realidade que num combate real é habitual manusear algum tipo de arma.

Começando com um treino básico, o estudante pode, com o tempo, tornar-se eficaz no uso instintivo e consequente dos métodos e dos princípios instruídos. Desta forma, cada aluno pratica um sistema óptimo de defesa pessoal, à medida do seu nível de poder e das suas necessidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário