Follow by Email

sábado, 17 de setembro de 2011

Banco brasileiro substitui senhas de contas por biometria da palma da mão. Aparelhagem pronta para a identificação 666?


TRANSCRIÇÃO NA ÍNTEGRA DE: 


http://www.libertar.in/2011/07/banco-brasileiro-substitui-senhas-de.html


Banco brasileiro substitui senhas de contas por biometria da palma da mão. Aparelhagem pronta para a identificação 666?

Sem dúvidas, os bancos já estão preparando suas aparelhagens para futuramente, lerem as mãos chipadas da população. E como já é rotina, eles te oferecem uma "solução" tecnológica por causa da "segurança" dos seus clientes. 
Percebem a regra de 3 constantemente aplicada todos os dias? Porque a mídia televisiva gasta a maioria de sua programação com a cobertura de crimes, assassinatos e roubos? Será que só acontece isto no mundo? Ontem mesmo tive a infelicidade de assistir uma reportagem de 40 minutos falando apenas de uma quadrilha que aplicava golpes em caixas eletrônicos. É isto mesmo! 40 minutos de puro sensacionalismo e falatório vazio! Sei que lugar de ladrão é na cadeia, mas esta lavagem cerebral de noticiários policiais acontecem para que o povo aceite estas tecnologias com facilidade e sem resistência. A elite escravista sempre se aproveitou da fraqueza e da desgraça dos senzalados para implantar sua tirania. Tudo foi planejado milimetricamente na história, para que eles possam chegar a uma nova ordem mundial do jeito que sempre quiseram. Veja: 

A partir desta terça-feira (12), os clientes do Bradesco poderão utilizar o sistema biométrico de leitura da palma da mão como única senha de acesso para transações nos caixas eletrônicos. O banco já trabalhava com esse sistema, mas ainda requeria a digitação da senha numérica, que agora foi dispensada.

O sistema de biometria poderá ser utilizado em todas as 3.672 agências do banco e nos terminais externos de autoatendimento da rede Bradesco Dia e Noite em todo o país. Trata-se de um scanner que realiza a leitura das veias da palma da mão, que possuem uma configuração única em cada pessoa. A operação não dispensa o cartão, mas agora o cliente poderá usar sua palma da mão como senha, em vez de digitar números.

O cliente que quiser aderir ao sistema deve comparecer a uma agência Bradesco com RG e cartão de débito e solicitar a ajuda de um funcionário do banco, que irá fazer seu cadastro biométrico diretamente em um caixa eletrônico. A mudança, no entanto, não é obrigatória, podendo o cliente continuar utilizando o método tradicional de cartão e senha numérica.

Atualmente, mais de cinco milhões de clientes do Bradesco já utilizam a leitura biométrica para suas transações. O Bradesco foi o banco pioneiro no uso dessa tecnologia e é agora a única instituição financeira a dispensar a senha numérica nas máquinas de autoatendimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário