Follow by Email

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

O Stonehenge Brasileiro

TRANSCRIÇÃO NA ÍNTEGRA DE:http://ramanavimana.blogspot.com/2011/08/o-stonehenge-brasileiro.html

Quando falamos de arqueologia de épocas remotas, pensamos logo em Europa ou Ásia. O que muita gente não sabe, é que o Brasil está repleto de sítios arqueológicos de épocas antigas, e vários deles já apareceram aqui no Rama*, por exemplo. Chegou a hora de conhecermos o círculo de pedras no norte do Amapá, conhecido do “Stonehenge Brasileiro”.

O Amapá é reconhecido como o local brasileiro onde o ambiente natural foi mais preservado de modificação humana, desde o início da colonização. 98 por cento de toda a floresta nativa estão de pé, sendo 70 por cento do território constituído como área de preservação. No norte no Estado, está localizado o sítio arqueológico onde foram erguidas no passado enormes pedras monolíticas, descobertas pelo naturalista Emilio Goeldi (1859-1917). O observatório é formado por 127 blocos de granito distribuídos em intervalos regulares por uma clareira, a 16 quilômetros do município de Calçoene e a 390 quilômetros de Macapá.
stonehenge-brasileiro
O físico Marcomede Rangel, do Observatório Nacional, no Rio de Janeiro, que vem estudando o local, afirma que o monumento pode ter mais de mil anos, tendo sido construído por antigas civilizações que habitavam o atual território brasileiro. Suas pesquisas revelaram que o monumento, tal como o famoso Stonehenge europeu, demarca pontos determinados das estações, como o equinócio e o solstício:
“Uma das pedras é uma chapa de granito de 3 m com uma abertura no centro com cerca de um palmo de diâmetro. Há outra pedra direcionada justamente em relação a essa. Provavelmente, o sítio era usado pelos povos antigos para saber a época de plantio, colheita, chuva e seca”.
O monumento ficou esquecido durante muito tempo, mas em 2005, numa atitude louvável do governo do Amapá, a área foi catalogada e protegida para pesquisas.
stonehenge-brasileiro-rego-grande
Esperamos que estas pesquisas possam solucionar diversos mistérios relacionados com as pedras e nos ajudar a compreender quem eram estes “astrônomos”, ou “sacerdotes” e como criaram um sofisticado observatório em território brasileiro, seja para a orientação da época do plantio e da colheita, seja para a adoração dos seus deuses pagãos. O “Stonehenge Brasileiro” está entre as maiores preciosidades arqueológicas do nosso país.
stone_bras_

Nenhum comentário:

Postar um comentário