Follow by Email

sexta-feira, 6 de abril de 2012

O QUE FAZ O FISIOTERAPEUTA?


Fisioterapeuta

"Profissional que aplica agentes físicos e mecânicos como massagens, exercícios, águas, luz, calor, eletricidade, no tratamento das doenças"
Fonte: Dicionário Michaelis

O que é ser fisioterapeuta?

Fisioterapeutas são profissionais que tratam de pacientes com dificuldades respiratórias, dores musculares e dificuldades nos movimentos, principalmente da coluna vertebral, através da manipulação de partes afetadas do corpo e de exercícios.

Quais as características necessárias para ser fisioterapeuta?

Exercer a profissão de fisioterapeuta exige paciência, sensibilidade tátil, habilidade manual, gosto por leituras para se manter constantemente atualizado e determinação para ajudar no tratamentodos pacientes.
Características desejáveis:
  • autocontrole
  • boa coordenação motora
  • boa disposição física
  • boa saúde
  • capacidade de comunicação
  • capacidade de concentração
  • capacidade de decisão
  • capacidade de observação
  • criatividade
  • desejo de ajudar
  • equilíbrio emocional
  • firmeza
  • iniciativa
  • interesse pelo corpo humano
  • paciência
  • senso de responsabilidade
  • vontade de ajudar o próximo

Qual a formação necessária para ser Fisioterapeuta?

Para exercer a profissão de fisioterapeuta, é necessário o diploma de curso superior em Fisioterapia, com duração média de quatro anos. Cursos de especialização, que levam entre seis meses e um ano e que podem ser na área ortopédica, neurológica, cardiológica, respiratória, oncológica, geriátrica, neonatológica, desportiva ou de acupuntura, valorizam o profissional. É recomendável também participar de congressos para manter-se atualizado. O conhecimento de inglês aumenta as chances do profissional de trabalhar no exterior.

Principais atividades de um fisioterapeuta

As atividades dos fisioterapeutas incluem criar e aplicar exercícios para:
  • aumentar a capacidade respiratória de pacientes com problemas respiratórios;
  • desenvolver a capacidade física e motora de bebês e crianças com problemas neurológicos; 
  • estimular a musculatura e treinar a coordenação motora de pessoas idosas e com deformações, artrites, reumatismo e outros problemas nas articulações; 
  • evitar problemas circulatórios e posturais em gestantes e fazer treinamento para o parto; 
  • promover a recuperação motora de doentes com seqüelas de traumatismo craniano, derrame cerebral ou paralisia; 
  • tratar deformidades da coluna ou problemas de postura com exercícios de alongamento e de fortalecimento da musculatura, a chamada reeducação postural global (RPG). 
Além disso, usam recursos como eletricidade, calor e frio, raios laser, ultravioleta ou infravermelhos e exercícios na água para aumentar a capacidade de movimentação, estimular a circulação e diminuir as dores de pacientes com fraturas, traumas musculares e luxações. Atuam também na área da medicina estética, auxiliando cirurgiões plásticos no processo de recuperação de pacientes.

Áreas de atuação e especialidade

  • Afecções respiratórias: Ensino de exercícios respiratórios para doentes que estão de cama ou com bronquite crônica, asma ou enfisema pulmonar. É responsável pelo controle dos aparelhos de respiração e aspiração das secreções pulmonares de pacientes em UTI. 
  • Dermatologia: Aplicação de massagens e de raios laser, ultravioleta ou infravermelho em áreas de articulação muscular, com a finalidade de acelerar o processo de cicatrização. 
  • Estimulação precoce: Ajudar o desenvolvimento físico, motor e sensorial de crianças e bebês com problemas neurológicos. 
  • Fisioterapia Esportiva: Reabilitação de atletas contundidos. 
  • Fisioterapia do Trabalho: Avaliação, prevenção e tratamento de moléstias decorrentes das funções desempenhadas em locais de trabalho. 
  • Geriatria e Gerontologia: Atendimento a idosos para estimulo da musculatura e coordenação motora. 
  • Gestantes: Atendimento a gestantes para evitar problemas circulatórios e de postura, além de prepará-las para o parto. 
  • Neurologia: Atendimento a pacientes com traumatismo craniano, derrame cerebral ou paralisia, com a finalidade de recuperação da coordenação motora. 
  • Ortopedia e Traumatologia: Uso de técnicas como eletroterapia, termoterapia e hidroterapia para estimular a movimentação e a circulação em pacientes com fraturas, traumas musculares e luxações. 
  • Reeducação postural: Atendimento a pacientes com deformidades na coluna ou problemas de postura. 
  • Reumatologia: Atendimento a pacientes com problemas nas articulações, deformações, artrite e reumatismo.

Mercado de trabalho

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde, um país de 160 milhões de habitantes deveria contar com 160 mil fisioterapeutas. Entretanto, há apenas 40 mil profissionais em todo o país, sendo que 10 mil concentrados em São Paulo - número suficiente para tornar o mercado concorrido. No setor privado, nas grandes cidades, o número de fisioterapeutas que se formam todos os anos é grande, porém fora dos grandes centros há carência de profissionais. O mercado voltado para a segurança do trabalho é promissor, devido aos programas de reeducação postural adotados por empresas a fim de prevenir e tratar problemas musculares e de coluna em seus funcionários, proporcionando-lhes mais conforto e melhor desempenho durante o trabalho. No setor público, a oferta de emprego não é muito grande e os concursos são poucos.
Curiosidades

A Reeducação Postural Global, mais freqüentemente designada por suas iniciais R.P.G., é um método original e revolucionário nascido da obra "O Campo Fechado", publicado por Philippe Emmanuel Souchard em 1981, na França, após quinze anos de pesquisas no domínio da biomecânica.
Atualmente ela é ministrada aos fisioterapeutas por Souchard e sua equipe, na França, em Saint-Mont (departamento do Gers), e em oito países, entre os quais o Brasil.
Foi apresentada em conferências em mais de quinze países e, hoje, mais de oito mil fisioterapeutas a praticam no mundo. A R.P.G. se aplica a todas as patologias que requerem fisioterapia: problemas morfológicos, articulares, neurológicos, traumáticos, respiratórios e esportivos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário