Follow by Email

sexta-feira, 6 de abril de 2012

O QUE FAZ O TEÓLOGO?


Teólogo

"O que escreve e estuda sobre teologia"
Fonte: Dicionários Michaelis

O que é ser um teólogo?

O teólogo é aquele que estuda teologia que significa o estudo de Deus, conceito criado por filósofos gregos. Porém foi no cristianismo que o assunto se transformou em objeto de estudo, sobretudo das religiões judaico-cristãs. Como não é possível estudar diretamente um objeto que não vemos e não tocamos, estuda-se Deus a partir da sua revelação.

Quais as características necessárias para ser um teólogo?

Para ser um teólogo é necessário ter vocação e conhecimentos religiosos, interesse em leitura. O conhecimento de outras línguas também é desejável. Outras características interessantes são:
  • boa memória
  • saber utilizar o texto bíblico
  • habilidade para escrever
  • capacidade de organização
  • curiosidade
  • gosto pelo debate
  • gosto pela pesquisa e pelos estudos
  • disciplina
  • senso crítico

Qual a formação necessária para ser um teólogo?

Para ser um teólogo é necessário ter concluído o Ensino Médio e ter diploma de graduação em curso superior em Teologia. O curso tem duração de quatro anos e sua composição curricular é livre, a critério de cada instituição de ensino, podendo obedecer a diferentes tradições religiosas. Porém, algumas das disciplinas básicas são: Introdução à Filosofia, Antigo Testamento, Novo Testamento, Grego, Hebraico. O profissional que quiser trabalhar em Instituições de ensino o mestrado é obrigatório. 
Para poder exercer a profissão é necessário ser portador da carteira de identidade profissional expedida pelo Conselho Regional competente.

Principais atividades

  • realiza liturgias, celebrações, cultos e ritos
  • dirigir e administrar comunidades
  • formar pessoas segundo preceitos religiosos das diferentes tradições
  • orientar pessoas
  • realizar ação social junto à comunidade
  • pesquisar a doutrina religiosa (investigação científica)
  • transmitir ensinamentos religiosos 
  • consultoria
  • dar aulas em cursos universitários
  • estudar e analisar as diversas religiões do mundo e sua influência sobre o homem do ponto de vista antropológico e sociológico
  • explicar de que forma as crenças, com o decorrer do tempo e da história modificam ou eternizam as maneiras do homem interagir na sociedade

Áreas de atuação e especialidades

O teólogo pode atuar em diferentes áreas: Igrejas, organizações não governamentais, congregações cristãs, creches, orfanatos, escolas, asilos, hospitais, presídios e magistério de primeiro e segundo grau. Este profissional também pode especializar-se nas seguintes áreas da teologia:
  • ascética: a que expõe os meios de o cristão conformar a sua vida com os preceitos e os conselhos evangélicos
  • canônica: reune as leis e os usos da Igreja 
  • dogmática: demonstração e ilustração científica das verdades da fé cristã e aprimoramento da inteligência pelo conhecimento delas 
  • escolástica: a que sistematiza cientificamente os dados da fé, aplicando-lhes a razão filosófica 
  • exegética: a que se ocupa da interpretação da Bíblia 
  • litúrgica: a que estabelece o nexo entre as fórmulas de orações e as cerimônias do culto
  • mística: a que trata dos conselhos evangélicos para que o crente atinja a perfeição da vida cristã e expõe os caminhos por onde Deus conduz as almas a mais elevada santidade 
  • moral: parte da teologia que considera os atos humanos, orientados pela luz da fé, como meios de cultuar e possuir a Deus 
  • natural: conhecimento de Deus fundado na razão humana; teodicéia 
  • parenética: parte da teologia que se ocupa do modo de pregar 
  • pastoral: parte da teologia que deduz dos princípios os métodos práticos, para conduzir as almas à perfeição e salvação 
  • positiva: teologia fundamentada na Escritura Sagrada e na tradição 
  • revelada: o conhecimento de Deus fundado na revelação

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para o teólogo está em grande crescimento. O perfil desse profissional atualmente está mudado. Hoje em dia, além dos padres, pastores, também estão no mercado profissionais que concluíram o curso com o interesse em aumentar sua cultura geral e sua cultura religiosa. Além das crescentes oportunidades em igrejas, instituições de ensino, organizações eclesiásticas, ONGs, etc., o teólogo assessora, coordena e dirige atividades em sindicatos, movimentos sociais, escolas, instituições de promoção humana, orfanatos, agremiações partidárias. Recentemente, as corporações (Exército, Marinha, Aeronáutica e Polícia Militar) têm realizado concursos e permitido que clérigos protestantes realizem cuidado pastoral de capelania nos quartéis. É uma profissão com grandes oportunidades de trabalho.

Curiosidades

Teologia em seu sentido literal é o estudo sobre Deus (do grego theos, "Deus" , logos, "palavra", por extensão, "estudo"). No Cristianismo isto se dá a partir da revelação de Deus na Bíblia. Por isso, também se define "teologia" como um falar "a partir de Deus" (Karl Barth). Este termo foi usado pela primeira vez por Platão, no diálogo A República, para referir-se à compreensão da natureza divina por meio da razão, em oposição à compreensão literária própria da poesia feita por seus conterrâneos. Mais tarde, Aristóteles empregou o termo em numerosas ocasiões, com dois significados: da revelação e da experiência humana. Estes dados são organizados no que se conhece como Teologia Sistemática ou Teologia Dogmática. 
Fonte: Conselho Federal dos Teólogos

Onde achar mais informações?

Nenhum comentário:

Postar um comentário