Follow by Email

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

MORRE AOS CEM ANOS O PARAIBANO ROBERTO PESSÔA CONSIDERADO O PRIMEIRO PARAQUEDISTA MILITAR DO BRASIL


MORRE AOS CEM ANOS O PARAIBANO ROBERTO PESSÔA CONSIDERADO O PRIMEIRO PARAQUEDISTA MILITAR DO BRASIL

O general Roberto de Pessôa (destacado na foto), é considerado o primeiro paraquedista militar do Brasil, morreu na manhã de 17/09/2010, ao cem anos. Pessoa faleceu às 2h, no Hospital do Amparo, no Rio de Janeiro, onde estava internado, segundo informações da Brigada de Infantaria Paraquedista, do Comando Militar do Leste, órgão do Exército. Ainda não há informação sobre a causa da morte.
Segundo o Comando Militar, o general foi o pioneiro da atividade paraquedista militar no País. Ele nasceu em 1910, na Paraíba, e cursou a Escola de Paraquedistas dos Estados Unidos em Fort Benning, em 1944. O horário do velório, que será realizado no Museu Aeroterrestre, localizado no Centro de Instrução Paraquedista General Penha Brasil, e do enterro ainda não foi divulgado.
O militar que enganou Hitler
O paraibano foi o militar brasileiro que descobriu segredos do Terceiro Reich durante Berlim-1936.
Infiltrado entre os 94 atletas da delegação verde e amarela (entre eles, Maria Lenk e João Havelange), o então Tenente Roberto de Pessôa, de apenas 26 anos, foi enviado pelo Exército Brasileiro para uma missão secreta. Pessôa usou o disfarce de profissional da comissão técnica para chegar à Alemanha e tentar descobrir os segredos da metodologia da educação física e mental dos soldados nazistas - conhecidos pela disciplina, autoconfiança e resistência (clique aqui para conferir foto do paraibano com nazistas ou aqui para conferir reportagem especial sobre o militar na missão).Em agosto de 1936, Adolf Hitler mostrava sua força ao mundo e recebia 3.963 atletas de 49 países no Estádio Olímpico de Berlim, para a disputa dos Jogos da Alemanha. O Brasil não alcançou o objetivo de trazer medalhas, mas conseguiu extrair do regime nazista importantes informações.
FONTE: DESTACAMENTO DE MALTA

Nenhum comentário:

Postar um comentário