Follow by Email

sábado, 17 de dezembro de 2011

O QUE É "ELETROMAGNETISMO ESCALAR"?

TRANSCRIÇÃO NA ÍNTEGRA DE:http://www.umanovaera.com/index.html







"Mesmo se você está em uma minoria de um, a verdade ainda é a verdade."
O QUE É "ELETROMAGNETISMO ESCALAR"?

Por Rick Andersen, 3/7/97
EM escalar é a obra do tenente-coronel (reformado) Thomas E. Bearden, um especialista em sistemas e em jogos de guerra que vem advogando uma nova visão do eletromagnetismo, a qual se baseia na noção de um vasto e invisível fundo de energias escalares (em oposição às energias vetoriais) que sustenta toda a realidade física. Aquilo com o que os engenheiros elétricos trabalham hoje em dia, afirma Bearden, é um subconjunto de uma mais alta topologia EM. Bearden afirma que as quatro "equações de Maxwell" ensinadas hoje na engenharia elétrica são realmente um subconjunto super simplificado do trabalho original de Maxwell. A simplificação foi feita por Oliver Heaviside no final do século 19; Heaviside tomou as equações originais de Maxwell, escritas em quatérnios de Hamilton (relacionados ao que hoje em dia são chamados spinors), e "simplificou-as", saltando a parte escalar dos números complexos, deixando intato a parte de vetores, mais fácil de trabalhar – o que os engenheiros de rádio adoraram. Afinal de contas, toda a indústria eletrônica que conhecemos cresceu das tecnologias de rádio/telefone do início do século. Quem pode argüir que a abordagem por "vetores" é inadequada?
Bem, Bearden diz que quando Heaviside lançou fora a parte escalar da equação EM quaterniônica, ele sem querer lançou fora a possibilidade de unificação da gravitação com o eletromagnetismo – que tem sido o santo Graal para os cientistas, que desde Einstein têm lutado com o problema. Isto porque a parte escalar do quatérnio, de acordo com Bearden, era a parte que capturava ou modelava a "tensão no éter" – o que conduz à curvatura/dobramento do espaço-tempo a la Einstein [sic]. Tom Bearden diz que nós PODEMOS unificar a gravidade com o EM e convertê-los entre si, se compreendermos como os vetores e os escalares relacionam-se uns com os outros, e o que são suas ramificações.
Campos de vetores podem evidentemente ser montados pela interferência correta dos potenciais escalares (predito em 1903-4 pelo matemático E.T. Whittaker, e provavelmente construído pelos soviéticos).
De modo inverso, campos escalares podem ser criados pela interferência destrutiva dos campos de vetores, em um meio não linear. A variação ritmada dos componentes do vetor produz o que Bearden chama de "ondas escalares". Estas ondulações no espaço-tempo, acredita-se, induzem uma tensão [stress] ondulatória no "éter"; isto, por sua vez, leva a engendrar a estrutura do puro espaço e/ou massa em uma área localizada – em outras palavras, implementando a Relatividade Geral (curvatura do espaço-tempo) na bancada do laboratório!
Tom Bearden tinha, em vários de seus livros publicados nos anos 80, proclamado que a antiga União Soviética havia criado um fantástico arsenal de armamento de efeito mental [mind-bending] baseado nesta tecnologia escalar, que eles chamaram "energética" e que Bearden afirma que foi desenvolvida a partir de certas idéias descartadas originadas por Nikola Tesla. Agora que a Guerra Fria aparentemente acabou, não estamos certos de como Bearden vê suas antigas afirmações, mas notamos que ele tem tirado sua atenção das armas escalares soviéticas, e indo em direção à produção de "energia livre" do vácuo do espaço, usando os princípios da conjugação de fase ótica [optical phase conjugation], mas de um modo mais generalizado.
Aqui está o ponto:
Se Bearden está correto em sua teoria EM escalar, então podemos construir dispositivos com os quais podemos alterar a gravidade, o tempo, a inércia, a a massa aparente de um objeto. Isto, é claro, tem enormes aplicações na área militar, propulsão de veículos espaciais, viagem no tempo, teletransporte, fenômenos paranormais, e quase qualquer outra área que possamos imaginar.
A grande pergunta é, o século 21 verá a aceitação, desenvolvimento e implementação das idéias de Bearden (no domínio público, lembre-se), ou estará a [teoria] EM escalar destinada a desaparecer?....
Alguns governos do mundo terão estes dispositivos AGORA?... Bearden diz que no mínimo três outras nações, não hostis aos EUA, agora possuem a tecnologia escalar.
Precisamos construir alguma coisa... Hei, alguém não usou um forte campo eletromagnético para levitar um sapo, recentemente?... Eu me pergunto, quão longe estamos de uma real Nave Flutuante?

Este texto não possui Copyright. Entretanto, são reservados os direitos sobre a tradução.
(Texto traduzido por LGA).

Nenhum comentário:

Postar um comentário