Follow by Email

domingo, 30 de outubro de 2011

BRAUN 1º EXAME DE FAIXA JIU JITSU 05/12/2010- EQUIPE THALES FEITOSA

http://www.youtube.com/watch?v=NO0YbEEOcps&feature=channel_video_title

O livro, “Como Explorar Dimensões Superiores no Espaço e no Tempo”


O livro, “Como Explorar Dimensões Superiores no Espaço e no Tempo”


Trancas no Tempo
O problema parece muito simples em teoria, mas é muito complicado na prática. Todo o indivíduo que nasce nesse planeta, a partir do momento da concepção, tem o que podemos chamar de “travas no tempo”: a alma está presa a um ponto no correr do tempo, relativo a seu momento de concepção e assim, tudo flui em uma velocidade normal na função tempo, principalmente a quarta dimensão. 
Quando o indivíduo acorda, o faz na hora certa, com a certeza de que todos e tudo continuam iguais e que não escorregou para uma nova realidade durante a noite. Está trancado em um período de tempo. Essas trancas permanecem por toda a vida. Ao morrer, elas desaparecem e o indivíduo fica livre, por assim dizer, para ir aonde  quiser no tempo. Pode reencarnar em qualquer época, anterior ou posterior. 
Essas travas ou trancas foram rompidas pela extrema força dos campos gerados pelo método do Dr. Van Neumann. Ele utilizou quatro bobinas Tesla gigantes. Não eram as ordinárias,  mas em forma de cones, ativadas em dupla por cada um dos geradores de 75w, operando a uma moderada baixa freqüência (impulsos). Tinha quatro transmissores “rf” de dois megawatts cada (cw), a 10% de ciclo ativo de impulso. A força era equivalente a 80% de megawatts (impulsos). A tripulação estava no deck perto da antena, que por sua vez, estava presa ao mastro do navio. Jamais na história, alguém havia sido submetido a campos de força de tal intensidade e muito menos a tais campos magnéticos. Ninguém tinha a menor idéia do que poderia acontecer e ninguém havia pensado nisso, a não ser Tesla, que sabia que algo aconteceria. Finalmente, Von Neumann concordou  com  o  óbvio, mas então, já era tarde. Acabaram com um punhado de pessoas enlouquecidas e outras, que ao perder suas travas de tempo, andaram através do nada e desapareceram para sempre.  O Significado do 12 de Agosto A importância do significado dessa data só se  tornou  clara  em  1988.  
É  um  fato estabelecido  que  o  ser  humano tem três biorritmos. A Terra, porém, possui quatro, fato descoberto por um amigo meu nos anos 80, ao fazer uma pesquisa com receptores “rf” e interferências. Com sua descoberta inicial,  conseguiu fundos governamentais para desenvolver seus estudos. Verificou, assim, que a Terra tem quatro biorritmos e que estes têm um momento de pico sempre na mesma data, 12 de agosto de 1943, 1963, 1983, em qualquer direção ao passado ou ao futuro, ad infinitum. O dia pode variar, mas sempre com uma aproximação de 24 horas. Aí  estava  a  sincronização entre os dois experimentos, que geraram energia suficiente para causar a interligação. O livro, “Como Explorar Dimensões Superiores no Espaço e no Tempo”, de T.B. Pawlicki, 1989, oferece alguns aspectos teóricos importantes. Nele, Pawlicki fala do toro (círculo) do tempo. Baseado nessa teoria, é possível a começar a entender o que aconteceu, isto é, se você tiver uma boa cabeça para a matemática ou para visualizar. Einstein afirmou que, em nosso universo não existe uma linha reta. Se começarmos de um ponto (não importando a direção) e mirar um ponto adiante em linha reta, acabaremos formando um círculo, seremos atingidos nas costas. O mesmo aplica-se ao tempo - um circuito fechado, ao qual chamamos toro do tempo - uma representação matemática de uma estrutura de imensas dimensões. No centro dessa rosca, desse toro, o tempo flui com um coeficiente linear, mas também flui em espiral em torno da periferia, falando matematicamente. Se a pessoa afastar-se do centro em direção à borda exterior, encontrar-se-á em uma realidade alternada. 
Ao progredir ao longo dessa borda, o indivíduo entrará em realidades alternadas, paralelas à dele. Houve uma invasão maciça de Greys a partir de 1950. Ela só terminou por que eles já estão aqui. 
Há indicações de que aqui chegaram vindos de um outro continuum tempo-espaço, de um universo diferente do nosso.
 Hoje em dia, penso que esses dois projetos foram criados com o propósito específico de criar um buraco  no  espaço  para permitir uma invasão na Terra. 
Pelo  que  eu saiba, não haviam  xtraterrestres envolvidos no Experimento Filadélfia, ao contrário do Projeto Fênix. Em 1970 já possuíamos as máquinas, mas não a capacidade de criar “buracos no espaço”, como Dr. Sagan denominou-os - a capacidade de viajar não só através do tempo, como também do espaço. 
Essa era a função do Montauk e para tanto, exigia uma tecnologia gerada e fornecida por um grupo de alienígenas que trabalharam  durante dez anos convertendo seus dados tecnológicos para nosso formato 360 IBM, porque na época, as conversões  tinham  que  ser  feitas à mão para nossos computadores. Hoje em dia, temos computadores à altura dos deles, como o Cray 3, que não existia na época. Eles quiseram  vir e criaram uma maneira de entrar em nosso universo.


Governo Brasileiro preocupado com invasão em Plataformas de Petróleo?


Governo Brasileiro preocupado com invasão em Plataformas de Petróleo?

Por que o Governo Brasileiro estaria preocupado com invasão em Plataformas de Petróleo?

A Esquadra realizou, no período de 17 a 21 de outubro, um exercício de Incidente de Proteção Marítima, em uma área próxima a Vitória (ES).

O propósito do evento foi adestrar um grupamento operativo e avaliar seu desempenho na tarefa de retomar uma plataforma dominada por elementos adversos.

A condução do exercício ficou a cargo do Comando da 2ª Divisão da Esquadra.

Além de Mergulhadores de Combate, participaram da ação os helicópteros UH-14 Super Puma, AH-11A Super Lynx e UH-13 Esquilo, as Fragatas Independência e Bosísio, além dos navios da Operação “TROPICALEX”, que se encontravam próximo a área do exercício. A Capitania dos Portos do Espírito Santo apoiou o evento, servindo de base para as operações das aeronaves Super Puma e Super Lynx.

O cenário criado para o exercício foi o sequestro de um navio mercante estrangeiro por um grupo terrorista, com o propósito de realizar ataques contra plataformas de petróleo na Bacia de Campos.

No início do exercício, foi simulado o acionamento do Sinal de Alerta de Proteção do Navio (SSAS), indicando um possível comprometimento da segurança em um navio mercante. Em consequência desse fato, o Comando de Operações Navais determinou o suspender para o Navio de Serviço da Esquadra (Fragata Independência) para investigar o ocorrido. O navio mercante foi representado pela Fragata Bosísio.

A Fragata Independência realizou contato com o navio “mercante” e constatou a presença de um grupo terrorista a bordo. Este grupo fez, então, diversas exigências e afirmou que, caso não fossem atendidas, a tripulação do navio “mercante” sofreria as consequências.

Tendo em vista essa ameaça e a aproximação do navio sob controle dos terroristas às plataformas de petróleo, foi decidido, então, que o navio deveria ser retomado.

A ação ocorreu na manhã do dia 21, tendo a infiltração do Grupo Especial de Retomada e Resgate dos Mergulhadores de Combate sido realizada pelo helicóptero UH-14 por meio de “Fast Rope”. O assalto foi um sucesso, o navio “mercante” foi libertado e os sequestradores presos.

O exercício foi proveitoso em diversos aspectos, além de ter sido uma oportunidade de familiarizar os meios da Esquadra com os documentos que regulam o assunto, inclusive a legislação internacional.

O Mistério do Jazigo da Familia Chase?!!!!!!!!!!!!!!


O Mistério do Jazigo da Familia Chase

Estava-se no final do século XVIII e em Christ Church, nos Barbados, quando a abastada família de plantadores Wallrond mandou construir um mausoléu de família, escavado na rocha e fechado com uma maciça pedra de mármore.
barbados
Em 1807 foi a enterrar o primeiro e único elemento da família Wallrond a ser depositado no jazigo: Thomasina Goddard, fechada num simples caixão de madeira.
O jazigo foi vendido a outra família de plantadores, os Chase, no ano seguinte.
O Coronel Thomas Chase era o patriarca dessa família e, corriam rumores, era considerado um homem bastante cruel.
Nesse mesmo ano, a pequena Mary Ann, filha mais nova de Thomas Chase, com dois anos de idade, foi colocada no jazigo, num caixão de chumbo. Algumas fontes relatam que a morte de Mary Ann teve origem num ataque violento de seu pai e que Dorcas, a irmã mais velha de Mary Ann, se deixou morrer de fome - empurrada para uma depressão precoce, também por Thomas Chase - e em 1812 foi também depositada no jazigo, ao lado da irmã, num caixão de chumbo.
Como sempre, o jazigo foi fechado (sendo necessária a força de vários homens para colocar a pedra no sitio) e selado com cimento.


Ainda em 1812, Thomas Chase morreu. Foi feito um caixão trabalhado, pesando cerca de cem quilos, que teve de ser transportado por oito homens, e o jazigo de família mandado abrir para colocar o pai das meninas. O interior surpreendeu toda a gente: os caixões estavam fora do sitio, desarrumados, e os acompanhantes do funeral ficaram indignados com a perspectiva do jazigo ter sido atacado por ladrões de sepulturas. Rapidamente, a ausência de valores no interior do jazigo, o facto dos caixões não terem sido violados e da pedra da entrada se encontrar selada com cimento, fez com que a população pusesse de lado essa hipótese.
Em 1816 o túmulo foi de novo aberto: todos os caixões tinha sido movidos; os das duas meninas estavam voltados com a tampa para baixo e até o pesado caixão de Thomas Chase estava fora de sítio, encostado verticalmente numa das paredes da cripta.
Os caixões voltaram a ser colocados nos seus locais iniciais e a enorme pedra mármore descida sobre a entrada do túmulo.
Em menos de dois meses o túmulo voltou a ser aberto para nova inumação; reuniu-se uma multidão em torno do talhão da família Chase e a pedra e o cimento foram demoradamente examinados, em busca de sinais de arrombamento. Aberto o túmulo, a desordem reinava no seu interior. O caixão de madeira de Thomasina Goddard estava dramaticamente danificado.
Parecia impossível encontrar uma explicação: não havia sinais de inundação no interior da cripta, tremores de terra teriam afectado também os jazigos vizinhos (o que não tinha acontecido) e se a cripta tivesse sido aberta e violada teriam sido encontrados vestígios.
Mais uma vez, o jazigo foi arrumado e fechado.
Em 1819, ao ser novamente aberto, todos os caixões - com excepção do decrepito caixão de madeira de Goddard - tinha sido movidos.
Foi chamado um padre para investigar o túmulo e até Sir Arthur Conan Doyle abordou o assunto, dizendo que se tratavam de forças sobrenaturais que moviam as urnas por estas serem feitas de chumbo, o que impedia a natural decomposição dos corpos.
Os caixões foram, mais uma vez, arrumados nos seus devidos lugares e o Governador de Barbados, Lord Combermere mandou cobrir o chão do jazigo com areia fina e selar a pedra com cimento, onde gravou o seu selo pessoal.
Algum tempo depois foram-se relatadas histórias de ruídos estranhos, vindos do interior da cripta e em 1820 o Governador mandou abrir o túmulo para ver o que se passava no seu interior.
A pedra não tinha sido movida, pois os selos do Governador encontravam-se intactos, e a areia continuava lisa e intocada, mas os caixões estavam, mais uma vez, fora do sítio, alguns deles voltados ao contrário.
O Governador mandou esvaziar a cripta e enterrar os caixões noutro local.
A cripta ainda se encontra vazia e, até agora, ninguém conseguiu encontrar a solução para o mistérios dos caixões dançarinos da família Chase.

Fonte:taphophilia.blogspot.com
TRANSCRITO NA ÍNTEGRA DE: http://esferacosmica.blogspot.com/2011/10/o-misterio-do-jazigo-da-familia-chase.html

Príncipe Charles revela ser parente do satanista Conde Drácula. Linhagem babilônica de William é confirmada


Príncipe Charles revela ser parente do satanista Conde Drácula. Linhagem babilônica de William é confirmada


Sim, agora é "OFICIAL". Antes quando alguém escutava que os "Bush" eram aparentados com a familia real britânica, a maioria (que NÃO investiga) dizia que era invenção de "teoristas das conspirações". Bom, pra quem precisa de uma "oficialização-ZINHA", temos o próprio príncipe Charles declarando.



Num é a toa que o Príncipe Philip chama os Windsor de "a sólida família". Foi dosHanoversque a atual Casa de Windsor derivou.
Quando a Nobreza Negra se expandiu para a Alemanha, a família do "Banco de Veneza" tornou-se conhecida como os Warburgs (banqueiros de Adolf Hitler). [Artigo da Time Magazine]



Duvida? Procure - http://www.ancestor.com/



http://www.bibliotecapleyades.net/sociopolitica/esp_sociopol_bush01.htm




Mais Links para você pesquisar:

10 Tecnologias do Futuro



Globo terá atrações evangélicas na grade


Globo terá atrações evangélicas na grade

Provavelmente, quem comandará a atração será uma cantora gospel. E já no final de 2011 será exibida outra novidade do gênero confirmada pela Globo.
A Globo, até então, é isenta de programação evangélica. Mas isso pode acabar logo. De acordo com informações do NaTelinha, a emissora projeta um programa de música religiosa para agosto do ano que vem.
Provavelmente, quem comandará a atração será uma cantora gospel. E já no final de 2011 será exibida outra novidade do gênero confirmada pela Globo. Em dezembro, 18, vão ao ar das 13h às 14h10 o "Festival Troféu Promessas", especial de fim de ano que será gravado no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro.
O evento conta com a presença de Diante do Trono, Ludmila Ferber, Fernandindo, Fernanda Brum, Régis Danese, Pregador Luo, Eyshila, David Sacer e Damares. Haverá premiações dos melhores grupos e cantores evangélicos que disputam em nove categorias, com votação aberta para os internautas pelo site "Troféu de Promessas".
"Não podemos de maneira nenhuma ignorar as expressões da cultura do nosso povo. E a música evangélica é um fenômeno dessa imensa força que se expande sem cessar. Da mesma maneira abrimos para música sertaneja há 20 anos, e para a o rock brasileiro há 30, vamos fazer agora com a música gospel", comentou o diretor de núcleo da Rede Globo, Luis Gleiser.
Coincidência ou não, o dono da Record e líder da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, criticou cantores do segmento gospel no seu programa de rádio em setembro. Segundo o bispo, 99% deles são "endemoniados" e perturbados.
"Quando vejo um crente fazendo sucesso por aí, é tudo emoção, não tem nada de Deus. Não vou errar se falar: 99% desse pessoal que canta por aí, é tudo endemoniado, tudo perturbado", disse .
Vale lembrar que Globo e Record estão na disputa pelo primeiro lugar da audiência.

BASES SUBTERRÂNEAS NAZISTAS NA GROENLÂNDIA "PONTO 103"?



BASES SUBTERRÂNEAS NAZISTAS NA GROENLÂNDIA "PONTO 103"




“ Wiener Montag” de 29 de Dezembro de 1947: “Grupos de Combate Ainda Ativos na Groenlândia? Desembarcados Submarinos Alemães há Quase Seis Anos na Planície Nevada!”. Segue o texto do jornal: “O Comandante Hammerlein, que antes da Segunda Guerra Mundial fez várias expedições polares, chefiou o grupo Bando Branco da Morte, muito bem equipado e com 150 homens que portavamos mais sofisticados; a 180 Km do porto Augmasalik constituíram uma estação para telegrafar informações metereológicas para a Alemanha. Com os submarinos vieram os mantimentos e dois geólogos que provavelmente buscavam urânio; segundo os esquimós, os alemães trouxeram um avião desmontado no Outono de 1943. No outono seguinte, vieram no último transporte 30 homens da SS e em Maio de 45, 150 sodados desapareceram da região, mas alguns anos depois os esquimós acharam os mesmos alemães em1947, na Groenlândia.”



A clara implicação disto é que a inscrição “Thule 1 K” é “Thule Kampfgruppe 1 e que jamais se renderia, tendo uma missão a cumprir; é notório o fato que os americanos não descobriram bases na Groenlândia por duas razões: a primeira é que a região é enorme e porque, como aconteceu na Nova Suábia, essas bases foram cosntruídas sob o gelo e rocha a uma profundidade de 2.000 metros. Se a base fosse dedectada, os alemães se serviriam de duas novas armas, a de raios laser inventadas por Nicola Tesla e o Paralizador de Motores, capazes de imobilizar à distância tanto aviões quanto automóveis. Landig nos diz que a base a leste da Groenlândia tinha de 80 a 100 homens da Wermacht, mas estranhamente isolada das demais; se isto não for suficiente, há uma fotografia de soldados americanos comendo rações capturadas de bases germânicas na Groenlândia, fora outra que exibe um barco alemão com suprimentos da região.



O vídeo “Segredos Ufológicos do Terceiro Reich” ( N.T.: o vídeo “Os Ufos do Terceiro Reich”, editado por Rodolfo Heltai com tradução e comentários deste tradutor, é ainda mais completo) sugere que as bases groenlandenses serviam como apoio aos Discos Voadores e é preciso dizer que William Landig diz em sua obra “ficcional” que os fatos são verídicos mas os nomes foram mudados por razão de segurança. Isso significa que o seu Ponto 103 não é a Groenlândia e sim a região ártica canadense, embora outros detalhes geográficos nos dêem a entender que é da Groenlãndia que se trata por ser próxima da Noruega. A base do Polo Norte alemã era denominada de Ponto 103 por Landig, que a descreveu como sendo muito grande e importante contendo hangares para aviões, armas, suprimentos, comida, munição, comando de oficiais, salas de conferência militar, sem falar em todo tipo de instrumentos estocados. Centenas de soldados guardavam o local, que como as demais, funcionava como estação metereológica, dando a impressão de que se parecia com a Força Aérea, exceto que se localizava no Polo Norte e que os suprimentos estavam enterrados em rocha sólida; uma montanha semi-circular amuralhava o Ponto 103 e o sopé serviu de pista para aviões especiais ( D.V.s? ) que por motivo de segurança não podiam ser montados na Alemanha. O ponto 103 se conectava com outras partes do mundo através dos V-7; após a Capitulação de 8 de Maio de 45, as insígnias da Luftwaffe foram substituídas pelo símbolo do Sol Negro (Um círculo preto e vermelho). Novas ordens chegavam ao Ponto 103 por rádio e aquele estava ligado às bases antárticas e a nodeste dos Andes. Muitos ramos das Forças Armadas (antiga Reichwehr) foram representadas pela SS em muitos segmentos, sendo possível que a Divisão Polaris fizesse parte da Thule Kampfgruppe quando habitava o Ponto 103; Polaris se referia à estrela polar, a única que permanece estática enquanto as demais circulam no céu noturno, apontando o norte verdadeiro aos navegadores. Curiosamente, há dois pontos magnéticos polares no ártico canadense e Landig descreve, além dos V-7, outros aparelhos aéreos que não tinham sido produzidos como o Junker Dornier, logo construído em Berlim, com duas fuselagens e uma tripulação de tres pilotos e era desarmado e refrigerado a ar com motor Daimler-Benz 606 com quatro motores fazendo o avião atingir 735 Km p/hora, comalcance de 8.000 Km, sendo extraordinariamente rápido, funcionando como nave de reconhecimento; já o Dornier 635 tinha a surpreendente função de puxar grande massa, i. é, outro avião, lembrando o glamuroso Messerschmidt gigante; o que era curioso é que o 635 era resultado de uma fusão de dois Dornier 335 com asa central. O piloto sentava à esquerda do aparelho junto com o homem do rádio enquanto que o co-piloto ocupava olado direito do”gêmeo, sendo que o combustível ficava armazenado no centro da asa e o aparelho era similar ao Heinkel 111. O Dornier 635 foi trazido para o Ponto 103 através da Noruega, equipado com nova espécie de bússola que não se orientava por linhas magnéticas porque bússolascomuns não funcionam no Polo Norte. A nova bússola, a HimmelKompass ou Bússola Celeste, usava a posição do sol, funcionandomesmo no crepúsculo ou quando o astro estava abaixo da linha do horiizonte, já que a luz solar é polarizada quando atinge a Terra, produzindo forte campo magnético na região. Com o auxílio de outras ferramentas de mensuração, a localização exata era conseguida; presumivelmente, todas as aeronaves, incluindo as V-7 eram orientadas pela Himmelkompass. Um Segundo avião, semelhante a um inseto era o Dosthra, que usava insígnia de dois círculos pretos (Shwartze Rundel); sua envergadura media um lado da asa dum B-29, construído em metal comprimido a pressão de 400.000 atmosferas, que funcionava como armadura protetora e o que realçava a aparência de inseto eram as duas torres de vidro com metralhadoras na frente do aparelho. Em vez de metralhadoras, o Dosthra era munido de raios letais, atraindo ou repelindo forças magnéticas lançando balas especiais de inacreditável velocidade. Tinha uma tripulação de sete pessoas, podendo operar com apenas cinco. Com trem de pouso de quatro metros de diâmetro, aterrissava confortavelmente; suas asas possuíam quatro propulsores radiais Argus. E como no caso do B-36 americano, outro motor era colocado na parte detrás do aparelho e nas pontas das asas, podemos dirigir o avião, muito resistente. O Dosthra voava a 830 Km p/hora e seu alcance era de 22.000 Km, com altitude de 32.000 Km, podendo voar à América costa a costa. Não se sabe se era usado como bombardeiro mas é uma possibilidade. O desenvolvimento do Dosthra ( Dornier Stratosphaeren Flugzeug) ou Avião Dornier Estratosférico, que gerou o Haunebu, o mais “conhecido” segredo do Terceiro Reich, um autêntico Disco Voador, com características maiores que o Vril, ambos movidos eletro-magnéticamente. Durante a Segunda Guerra, a Alemanha foi rodeada de inimigos ferrenhos e o governo teve que importar trabalhadores de vários países ocupados; a espionagem inimiga tinha problemas de distância e relativa homogeneidade étnica. Além disso, o código secreto alemão foi decifrado pelos ingleses: a máquina “Enigma”; os alemães confiavam em Enigma porque o código era reprogramado mecânicamente, sendo que o envio e o recebimento de mensagens obedecia a um arranjo de tempo e issojá não podia ser feito.



Contrariamente ao que se pensa, os alemães não eram idiotas; conhecendo sua derrota, os técnicos desenvolveram uma espionagem “low tech”, usando mensagens dos Aliados contra eles mesmos, como o de falsear a numeração dos submarinos afundados, escondendo dos inimigos poderosa frota de mais de cem U-Boots. Dois ou mais projetos possuíam o mesmo codinome, o que deixava os americanos zonzos, sem mencionar que os projetos tinham diferentes níveis de prioridade e segredo. Renato Vesco batizou de “Bolas Luminosas”( Kugelblitz) para denominar os D.V. da Segunda Guerra, porém um escritor contestou-o, dizendo que o Kugelblitz era peça de ignição usada na bateria anti-aérea; o escritor Moore pensava que dois projetos diferentes não deveriam Ter o mesmo nome e que um deles deveria ser falso. Isso apenas serviu para se jogar a água da bacia com o bebê junto...



O que esse escritor não sabia que havia um terceiro Kugelblitz, um tanque anti-aéreo; os truques dos alemães confundiram pessoas como as que atacaram Vesco, como também os países vencedores por 50 anos. Lembremo-nos que havia tres Kugelblitz, o tanque, a ignição e o Disco Voador eram níveis de prioridade e segredo; dois projetos homônimos não significam uma fraude. Recordemo-nos do Dosthra bombardeiro, avião e Haunebu, ambos envolvendo vôos de longa distância e a firma Dornier podia se beneficiar da confusão gerada pela mesma designação; de fato, os ingleses captaram uma mensagem a respeito do haunebu-Dosthra já em 1941 e os britânicos não creram nela...



Sabemos que a SS mantinha um departamento de energia alternativa, a Instalação de Desenvolvimento 4 e outra instituição era o Gabinete Especial 13 com codinome Urano-13 e que a energia Vril foi adaptada para os D.V. V-4 e V-7, conectados esses departamentos com o Ponto 103. O Vril é descrito como sendo a extração da eletricidade na condição de agregado de massa, como umgás, um fluido e ao mesmo tempo um sólido, uma aplicação do éter em alta voltagem descrita por William Lyne em seu livro “Alienígenas do Pentágono”. A personagem do livro de Landig, o capitão Reiner, diz: “Apenas falsas predisposições nos impedem que dominemos a fissão nuclear; o Ponto 103 é um império, não uma ilha.”



O Ponto 103 ocupou-se também com a pesquisa de energia alternativa baseada no calor latente da atmosfera, usando o vapor de benzeno, processo desenvolvido em 1944 pelo engenheiro Doczekal como um motor perpétuo; esse calor é gerado ou absorvido por fusão ou vaporização.



Um invento maravilhoso foi o Magnetofunk, que através de ondas magnéticas desviava a rota de aviões inimigos, fazendo com que nunca achassem o Ponto 103, que por causar alterações na leitura do norte magnético, deveria estar muito próximo ao polo magnético numa área em que distorções da leitura da bússola eram esperadas, além de que novo aparelho pudesse guiar os aviões a local seguro. O norte geográfico, localizado a 70 graus de latitude norte e 29 graus de longitude oeste na península Boothia no território noroeste do Canadá; pela lógica, o Ponto 103 estaria na ilha do rei William ou na ilha Príncipe de Gales, ilha Somerset, ilhas Baffin ou ainda a ilha Victoria, todas rodeando o polo magnético. A pergunta é: como os pilotos alemães conseguiam localizar a base na vastidão gelada? Simples: usavam uma combinação da Bússola Celeste com o sistema Junker-Dornier.



Em 1978, sete anos depois que Landig escreveu sua obra, um cidadão do NOVO MÉXICO, Bill Lyne, colecionava objetos insólitos, além de ouro; na cidade de Albuquerque, Lyne comprou de uma instalação militar americana, a Base Scandia, um velho aparelho navegacional, compreendendo que estava diante de um velho achado: era uma bússola, um giroscópio manual fabricado na Alemanha em 1942;

Jacarezinho Fett Fight

Jacarezinho Fett Fight

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

JOVEM SOFRE QUEIMADURAS EM RITUAL SATANICO E ENCONTRA-SE EM COMA

Kirsty Theologo
Uma jovem sul africana de 18 anos de idade está em coma depois que ela e uma amiga foram incendiadas em um ritual satânico, informou a imprensa local segunda-feira.
Kirsty Theologo "está com cirurgia programada para terça-feira após ter 75 por cento de seu corpo queimado da cintura para cima", sua irmã, Samantha Theologo, disse ao Daily News (Diário de Notícias Locais). Os médicos estão preocupados com a recuperação de Kirsty Theologo, porque seus pulmões e garganta foram danificados.
Kirsty Theologo e sua amiga de 16 anos de idade, foram com um grupo de cinco meninos e três meninas para um morro conhecido como um ponto de encontro de adolescentes na noite de sexta-feira, de acordo com Samantha. Os adolescentes dizem que a colina é um lugar bem conhecido onde os adolescentes vão para beber nos fins de semana, segundo o jornal local.
A família da outra vítima, que está se recuperando em um hospital privado, disse à família Theologo, que os garotos tinham decidido que as duas seriam sacrificadas numa espécie de ritual satânico, de acordo com o Daily News.
Samantha Theologo disse que os meninos derramaram gasolina sobre Kirsty e puseram fogo. Quando a amiga de 16 anos de idade tentou apagar as chamas rolando Kirsty na areia, ela também foi queimada.
O grupo então se dispersou e fugiu. "Mesmo no estado em que estava, minha irmã caminhou para um local seguro", Samantha Theologo disse ao jornal. "Ela caminhou até a Rosettenville - cerca de 2 km de distância."
"Eu não estava em casa, mas minha mãe disse-me que encontrou a minha irmã no banheiro lavando o rosto. Minha mãe disse que era horrível ", disse ela, chamando a situação de "um pesadelo ". Uma fonte médica disse à Star que os adolescentes foram levados para Hospital Rand Sul por seu pastor, e de lá, transferidos para outros hospitais. A fonte disse que uma terceira menina teve sua mão cortada pelos garotos e segurando-a sobre uma Bíblia para que o sangue ser absorvido e ensopasse a Bíblia, enquanto Kirsty Theologo estava sendo queimada.
O capitão Pinky Tsingane, porta voz da polícia da província disse que as meninas foram amarradas e que havia especulações de que o ataque foi um ritual satânico, mas que ainda precisava investigar, de acordo com o Daily News.
Um processo de tentativa de homicídio foi aberto.
Na segunda-feira tarde, dois meninos, com idades entre 19 e 21, entregaram-se na delegacia Booysens, disse Tsingane.

Traduzido por Notícias Cristãs

Notícias Cristãs com informações The Christian Post

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

MITOS E LENDAS ANUNNAKIS . INCRÍVEL


MITOS E LENDAS ANUNNAKIS .



"Existem apenas duas maneiras de ver a vida.
Uma é pensar que não existem milagres
e a outra é que tudo é um milagre."
[Albert Einstein]

Voltei. Estava sem eletricidade por 3 dias. Vamos trabalhar!

Meu post de hoje reforça esse pensamento:
Tudo é uma invenção? Tudo imaginação? Fantasia? Coisa de gente que não tem o que fazer?

Eu trabalho com crenças. Tudo gira em torno de crenças. E foi com a crença que “eles” nos programaram. Nos deram um programa para ver o que “eles” queriam que víssemos.

A grande virada e tão falada evolução espiritual nada mais é que uma RE-PROGRAMAÇÂO de nossas mentes. Esse processo é doloroso. Não dá para “apagar” algo sem colocar outra coisa no lugar. Mas o processo já começou. Vc que freqüenta meu BLOG pode perceber isso.

Após algumas indagações por meio eletrônico e de pessoas amigas, resolvi abrirum leque de informações maior devido a falta de oportunidade de muitos em procurar por si próprios respostas para suas dúvidas = PREGUIÇA de ler.

Então aqui vai um resumo de nossa existência. Me perdoem se troquei a ordem dos fatos em algum momento. É muita informação para minha cabeça. O que é claro para mim, não é de maneira alguma para outros. Então vamos lá.

Conhecimento é ruptura

Há 450 mil anos atrásextraterrestres humanóides chegaram por aqui, nesse planeta. Estavam passando pelas redondezas a bordo de sua nave mãe – NIBIRU, quando avistaram um lugar lindo cheio de vida selvagem.

Na verdade estavam à procura de um minério essencial para a sobrevivência de sua nave – o ouro - que andava com sérios problemas técnicos, pondo em risco a vida de diversas raças que coabitavam o mesmo espaço(NIBIRU) em harmonia. Esses seres moradores desse planeta/nave foram batizados pelos Sumérios por Anunnaki que significa – Aqueles que desceram do céu.

Nibiru é um planeta com dimensões enormes – maior que Júpiter. Ele orbita ultimamente em nosso sistema solar (isso nem sempre foi assim) em uma rota em forma de elipse, por isso não podemos vê-lo com facilidade. Sua passagem por nós leva 3.600 anos – o equivalente a 1 ano Anunnaki – seu trajeto atravessa ocinturão de asteróides (Kuiper Belt) entre Marte e Júpiter (deu pra entender o porque da freqüência de asteróide ultimamente?)

Nibiru foi designado pelos povos antigos pelo signo da CRUZ. A palavra NIBIRUfoi traduzida pelos Sumérios (a civilização mais antiga da humanidade que se tem notícia – 4.500 mil anos aC -) como “planeta que atravessa” ou que passa. Ou seja, a cada 1 ano Anunnaki (3.600 nossos) eles dão uma passadinha por aqui para ver como vão as coisas...

Os Anunnaki detém uma capacidade tecnológica que os capacitam a viajar no tempo e espaço. Coisa que para nós é filme de ficção científica.

Sua chegada até esse planeta teve como princípio a mineração de ouro, a exploração via mar, mas a coisa não fluiu muito bem e resolveram retirar do solo. Os textos contam que eles estavam em número de 600 em terra e outros voltaram com Nibiru. Mas a coisa começou a esquentar nas minas Africanas, pois não havia cerveja, futebol e mulheres o que desencadeou um motim!

Enki, um dos filhos do Senhor dos Anunnaki (ANU) idealizou a construção de umescravo para realizar esses serviços humilhantes. Enki até sugeriu que pegassemcomo material genético inicial uns macacos espertos que desarmavam suas armadilhas de caça, já que eram bem inteligentes e tinham um jeitão bem parecido com um homem (homo erectus), mas que precisava de um bom upgradepara fazer o trabalho dos Anunnakis

Vc deve estar pensando... e esses homos erctus, de onde vieram? Por favor, não vai dar para eu falar sobre isso agora. Pesquisem sobre Panspermia, ajuda aí, né!? É muita história para contar...

O UPGRADE

Os ETs que dominam a genética pegaram o DNA do Homo erectus e uniu com o dos Anunnaki. ENKI sabia que esse primata, assim como todos os seres da Terra, possuíam material genético compatível com os de Nibiru, porque aqui a vida teria se iniciado com esporos orgânicos (Panspermia) trazidos de lá, após a colisão com TiamatPesquisem isso também.

ENKI e sua esposa NINTI (ETs médicos) extraíram o óvulo de uma fêmea primata (Homo Erectus), fertilizando, in vitru, com o espermatozóide de um machoAnunnaki e implantaram no útero de uma fêmea Anunnaki.

Uma história que nunca foi explicada.
“Eles” deram o nome de “Mitos da antiguidade”

Sitchin em seus livros ressalta que durante as experiências empíricas desses cientistas nibiruanos, para a criação do servo ideal, fizeram várias tentativas com outras espécies de mamíferosanfíbios, répteis, aves e peixes.

Essa misturada danada de genes deu péssimos resultados. Mesmo com todo avanço tecnológico havia erros na mistura. Esseserros foram resultados de seres antropomórficos, de aspecto exótico oumonstruoso, conhecidos, ao longo da história, comoquimeras - consideradas como imaginação popular de uma época...

Vai ter imaginação assim na...

São eles os Centauros(homem cavalo) cíclopes(gigantes com um olho na testa), harpias (mulheres aladas), tritões (homem, anfíbio, metade peixe),sereias (metade peixe), minotauros (homens touro), hidras (bichos com varias cabeças), górgonas (meduzas), sátiros (homens com rabo de cavalo (literalmente), ouvidos, nariz de porco, pés de cabra)

Placas sumérias com anotações de ENKI, à respeito dessas experiências, revelaram que muitos tinham sérias disfunções biológicas, mas outros se adaptavam bem e desenvolviam, inclusive com alto grau de inteligência.

Esses mitos são frutos de terríveis estudos de engenharia genética. Hoje não nos chocaria tanto, pois sabemos que podemos clonar qualquer coisa ou colocar orelhas humanas em ratos!

No início esses seres detinham um posto de Semi-Deuses. Por isso os povos os adorarem – o Deus da música, o Deus das águas, e o Deus disso e daquilo. O politeísmo pode ser justificado assim.

A partir do momento que a civilização foi crescendo, ficando mais informada, esses seres ganharam uma visão ameaçadora. Já não eram mais tão engraçadinhos assim... As crianças já não queriam mais um minotauro no Natal...

Personagens conhecidos na história como Gilgamesh (pesquisem sobre essa figura), Perseu e Hércules combateram e perseguiram essas criaturas até sua extinção.

Após muita prática, ENKI enfim conseguiu criar um ser bem interessante que foi nomeado de ADAMU (Adão para os íntimos). A partir do DNA desse belo ser uniu com o DNA de sua esposa NINKI dando assim origem a primeira fêmea apta a procriação.

Assim que receberam o “fruto do conhecimento” sobre seus potencias de acasalamento, Adão e Eva puderam seguir com a ocupação da Terra dando origem a uma nova raça – ser humano. Homo Sapiens = homem sábio.

Sitchin diz ainda, que o mito da "serpente tentadora" do Éden, se refere ao termo "Nahash" (Portador do Conhecimento), um dos muitos epítetos de ENKI, que o deixava muito envaidecido, enaltecendo suas habilidades científicas.

ENKI portava um cajado de metal em forma de haste circundante por duas serpentes. Isso te lembra alguma coisa? A palavra "mãe" se originou de MAMI,um dos epítetos suméricos de NINTI, a Senhora que nos deu a Vida.

A prole de Adão e Eva também foi clonada por ENKI para acelerar e ampliar adescendência e as gerações futuras gerando mais e mais humanos de agradável aparência física (os primeiros escravos não eram lá essas coisas) eportadores do gene de longevidade Anunnaki, embora vivessem bem menos que eles. Alguns atingiram a idade de mil anos de vida. Exemplos desse fato foram os personagens Matusalém, Noé e Enoque, que foram alguns dos principais patriarcas pre-diluvianos.

Essa característica genética foi mantida até as primeiras dinastias egípcias, quando então começou a se deteriorar, porque o próprio relógio biológico dos Anunnaki ficou debilitado pela vida neste planeta. O ciclo circadiano diferente reprogramou seu DNA para as condições terrestres.

Ao longo das gerações, esses escravos deixavam de ser apenas trabalhadores ou escravos nas minas. Aprenderam novas tarefas como cozinhar lavar, passar levar as crianças pro colégio...

Com tanto talento e poucas fêmeas Nibirinas por perto... os Anunnaki gostaram das fogosas humanas e matinham relações sexuais com elas diariamente dando origem a uma raça de novos Deuses – Homens e Anunnaki.

Daí vc imagina o que aconteceu – Tudo quanto foi ET queria dar uma volta com uma humana... surgiu dessa mistura híbridos gigantes chamados Nefilins, anakins, refains ou titãs.

Aos novos seres humanos meio homem meio Deus, foram lhes ensinado a fazer espadas, facas, escudos, couraças, espelhos, bijuterias, tintas e corantes, fabricação de cosméticos, e usar pedras preciosas. A ter posses e delimitar terras.

As Escolas de Mistério dariam a seres escolhidos a aprendizagem sobre feitiçaria, da importância do movimento dos corpos celestes, o uso de raízes e plantas para a medicina, astronomia, astrologia etc. e tudo mais relativo a que hoje, nós damos o nome de paranormalidade.

Sitchin afirma que, segundo os sumérios, a estatura média dos Anunnaki era de3,5 a 4m atingindo até 7m e que seus descendentes titãs mantiveram esse nível.

As lendárias civilizações daLemúria e Atlântidateriam sido as primeiras erguidas por esses seres, que conviviam com a humanidade, e foram adorados como deuses e semi-deuses.

Essa mistura de raças não agradou ao chefão ANU. Tudo ficou de cabeça pra baixo. Não mais sabiam quem era ET ou humano. Eles se copulavam entre famílias – filhos com pais, irmãos com irmãs... muita confusão.

Com a aproximação da data da chegada de NIBIRU, movimentos no planeta desencadearam – vulcões, terremotos, asteróides, tsunamis - mudando o clima do planeta (muito parecido com o que estamos passando agora)

Um conselho galáctico foi formado para decidir o que fazer com o pessoal lá de baixo já que NIBIRU já estava a caminho e iria fazer um estrago danado ao se aproximar da Terra.

"Viu o Senhor que era grande a maldade do homem na terra, e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente. Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem na terra, e isso lhe pesou no coração. E disse o Senhor: Destruirei da face da terra o homem que criei, tanto o homem como o animal, os répteis e as aves do céu; porque me arrependo de os haver feito." Gênesis 6:1, 7.

Não preciso dizer que ANU adorou a ocasião, pois já estava irritado com aquele bacanal, resolvendo assim apagar essa civilização da face da Terra. Passar uma borracha em tudo aquilo que foi feito por seu filho cientista. A coisa ficou fora de controle.

O conselho não se entendia e os negativos venceram os positivos no voto sobre a aniquilação da espécie humana.

Os positivos foram proibidos de alertar os humanos do que viria pela frente.

ENKI ficou inconformado com a perda de todo seu trabalho de anos. Tão bonitinho os humanos... Foi aí que teve a idéia de (secretamente) avisar a um sumério chamado Ziusudra – Noé para íntimos – para pegar um grupo de humanos e algumas espécies de animais e plantas diferentes para serem salvas da terrível catástrofe que estava por vir com a chegada do NIBIRU.
Além dos eventos climáticos, os pólos iriam se inverter gerando dias de imensa escuridão e pavor.

Os Anunnaki então partiram felizes da vida para sua Nave mãe – NIBIRU - achando que haviam destruído tudo e todos.

Bom, o resto da história a gente já sabe e parece que eles também ficaram sabendo que os danados dos humanos não foram extintos.

Entendam a grandiosidade do trabalho do Prof Sitchin para nossa era. Há toda nossa história traduzida, argumentada e exemplificada com riqueza de detalhes que só alguém muito alienado pode recusar a ver!

Vc ainda pensa: “Mas se isso tudo for verdade, porque não nos avisaram sobre tudo isso?”

Instrumentos de repressão, como a Ordem dos Cavaleiros Templários e a Inquisição, foram usados para suprimir esses conhecimentos da humanidadee mantê-los nos porões da igreja católica ou sob o domínio de obscuros rabinos.

Por que?
Vc faz idéia daquele que passou toda sua existência indo a igreja, beijando padre, rezando para um Deus que desejou aniquilar vc da Terra por que disse que somos pecadores!

Imagine vc se esse povo soubessem que a expressão "ser feito à imagem e semelhança de Deus", refere-se à uma mesquinha manipulação genética de uma espécie semi-humana por outra super-humana, resultando numa outra espécie humana para fins de escravatura!!

Como vc acha que esse povo se sentiria?!

bíblia e o alcorão, versões cristãs e islâmicas do Antigo Testamento, sãocompilações de antigas escrituras sumérias e mesmo os textos Vedas hindus, tiveram uma mexidinha pelos babilônios.

O que aconteceria com a Igreja Católica, se as pessoas tomassem conhecimento de que são herdeiras genéticas de alienígenas?

Os cristãos se perguntariam: "Então não somos feitos à imagem e semelhança de Deus? Então Adão não existiu?"Não irei para o céu?!”

Intencionalmente foi planejada uma versão histórica da humanidade para dar continuidade a essa submissão aos cleros e aos governos seculares emanipuladores, que há milhares de anos se organizam em sociedades secretas, manipulando o antigo conhecimento mesopotâmico!

Eu peço que vc reflita:

A NASA já sabe de NIBIRU desde sempre! Se ela vier a público dizer que é possível a existência de Nibiru, logo... os Anunnaki também existem!

Se os Anunnakis existem, logo a história de que a cada 3.600 anos há uma catástrofe sem precedentes é justa!

E se isso não bastasse, há vida inteligente e queUFOS e ETs não são coisas de um maluco qualquer!

E, se as catástrofes são iminentes... logo, estamos perdendo tempo nos questionando se isso é verdade ou não!

Sitchin foi consultor pessoal dos generais norte-americanos Colin Powell eNorman Schwarzkopf,durante a guerra do Golfo.Powell tinha um particular interesse na organização militar dos sumérios.

Nos últimos quinze anos os militares norte-americanos se mudaram para a região que foi o berço da civilização suméria.

Coincidência? Deixo essa para vc pensar.

Laura Botelho
http://bloglaurabotelho.blogspot.com/


Nota A Verdade Liberta:

Quando os EUA invadiram o Iraque com pretexto de achar armas quimicas por lá (não acharam nada), os museus do Iraque foram um dos principais alvos dos EUA.

Tudo foi vasculhado e recolhido! Por que será?

Toda história da humanidade estava lá nos museus do Iraque que é a antiga Suméria.

Ora nas mãos de quem faz guerra, conhecimento significa poder, Sadan não queria compartilhar isso, e pagou um preço alto.

Outra hora a gente volta nesse assunto.

Um abraço
Célio 

TRANSCRIÇÃO NA ÍNTEGRA DE: