Follow by Email

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Idosa que tatuou 666 na testa diz que achou símbolo "bonito e harmonioso"


Idosa que tatuou 666 na testa diz que achou símbolo "bonito e harmonioso"



Resgatada de casa pela polícia após denúncias de maus tratos, dona Nina, de 84 anos, disse nesta quinta-feira (19) que aceitou tatuar os números 666 na testa e na mão direita porque achou “bonito” e negou ter sido forçada a se converter à seita religiosa que utiliza a combinação como símbolo do filho de Deus. A idosa conversou com o apresentador Wagner Montes no estúdio do Balanço Geral.




 Vizinhos viram as tatuagens e chamaram a polícia, que encontrou dona Nina trancada dentro da própria casa e sem comida. Ela vivia em Guapimirim, na Baixada Fluminense, com um casal que é adepto da seita conhecida como Crescendo em Graça, fundada pelo porto-riquenho José Luis de Jesús Miranda, de 61 anos, que se denomina “Jesus Cristo Homem".

Dona Nina contou que os dois haviam sido contratados a princípio para fazer uma reforma, mas acabaram ficando na casa da idosa definitivamente. Ela confirmou ter assistido a vídeos com palestras sobre a seita e que, por isso, aceitou fazer as tatuagens.

- Achei bonito, harmonioso. Fazia propaganda da 666. As pessoas ficam doidas. Ou então [dizem] ‘ah é muito bonito, a senhora foi corajosa’. [a reação das pessoas] Varia muito.

“2012, a era radioativa dos deuses 666”

Em seu site, a Crescendo em Graça informava nesta quinta que faltam 163 dias para a grande transformação em “2012, a era radioativa dos deuses 666”. A seita diz manter reuniões em 11 estados brasileiros, além de manter sua página na internet em português e outros seis idiomas: espanhol, francês, inglês, italiano, alemão e grego.

Dona Nina, no entanto, não acredita que o mundo vai acabar em 2012, mas, embora tenha desistido da nova seita, alerta que “coisas ruins vão acontecer”. Ela explicou que resolveu sair porque não tem fé o suficiente.

- Senti o negócio muito fechado, depressivo, então resolvi sair. Tem que ter muita fé. Quem tem que Deus abençoe. Mas eu não tenho isso.

Jorge Henrique Cosme e Silva, o homem que converteu Dona Nina, explica que o número 666, para os adeptos da seita, significa “sabedoria, riqueza, honra e é o número do nome de Deus”.

- Não é o numero da besta. É um equivoco [sobre a] religião por não entenderem. Nós do 666 estamos em 2012, ano da transformação. Faltam poucos dias. Quando isso acontecer, iremos governar o mundo com justiça e equidade.

Assista ao vídeo:





Um comentário:

  1. Livre arbítreo!
    Há caminhos que parecem direito ao homem, porém são cominhos de morte!

    ResponderExcluir