Follow by Email

sábado, 7 de janeiro de 2012

BATALHÃO DE POLÍCIA DE CHOQUE DO RIO DE JANEIRO, TROPA DE HERÓIS SOCIAIS

Batalhão de Polícia de Choque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
<><> <> <><> <> <><> <> <><> <> <><> <> <><> <> <><> <> <><> <> <><> <> <><> <> <><> <> <><> <>
Batalhão de Polícia de Choque
Bpchq.PNG
Brasão
País Brasil
Estado Rio de Janeiro
CorporaçãoPolícia Militar do Estado do Rio de Janeiro
SubordinaçãoEstado-maior Geral Operacional
SiglaBPChq
Criação1977
Aniversários2 de fevereiro
Contato
SedeRio de Janeiro
O Batalhão de Polícia de Choque - BPChq é uma organização policial-militar da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, sendo sua única unidade voltada para o controle de distúrbios civis em áreas abertas e fechadas, entre outras atividades diferentes das exercidas no início de sua criação, como por exemplo, as forças tático-móveis.
Subordinado ao Comando de Unidades Operacionais Especiais (Cmdo UOpE), sua sede situa-se no Regimento Marechal Caetano de Farias, um dos quartéis mais aintigos da corporação, no bairro do Estácio na área central da cidade do Rio de Janeiro, e tem como área de policiamento todo o estado do Rio de Janeiro.
Possui dentro de sua organização outras unidades especializadas como o Unidade Tática de Motociclistas (UTM),  os Grupos Táticos de Apoio Rápido (GTAR)  e outros.
Em 2006, o Batalhão de Polícia de Choque ofereceu seu primeiro curso de especialização nessa área, tendo a primeira turma sido formada por cadetes da Academia de Polícia Militar Dom João VI. Estuda-se agora a criação de um novo curso: Curso de Operações de Choque, com maior duração, que estaria disposto a formar policiais não só na área de Controle de Distúrbios Civis, mas em todas as atividades desempenhadas hoje pelo batalhão, ensinando inclusive técnicas anti-bombas aos cursandos.
O batalhão ministrou seu primeiro Curso de Operações de Choque em 2008, curso esse com duração de três meses, e no ano de 2009 esta ministrou o curso de CCDC, Controle de Disturbios Civis, com duração de dois meses, o primeiro aberto para toda corporação.
Possuiu a maior reserva de material bélico da PMERJ.

Resumo Histórico
O Batalhão de Polícia de Choque teve como origem o Pelotão Motorizado, criado em 13 de fevereiro de 1941. Este Pelotão ficou sediado nas dependências existentes entre os Quartéis dos 1º e 4º BI, na Rua Evaristo da Veiga. Seu primeiro Comandante foi o 2º Ten João Batista de Souza, quando comandava a Corporação o exmº Sr. Gen. Bda Odílio Denyz.
Pelo Decreto-Lei 5.908, de 13 de setembro de 1941, foi criada a Companhia de Metralhadoras Motorizadas ( CMM ), sendo instalada em 02 de outubro de 1943, com o aproveitamento do pessoal, equipamento, armamento e dependências do Pelotão de Metralhadoras, estando ainda, no Comando Geral o Gen. Bda Odílio Denyz. O 1º Cmt da CMM foi o Cap José Pedro Reis. Baseado na lei nº 263 dez 1962, o Governador do antigo Estado da Guanabara, através do Dec. nº 30, de 16 de julho de 1963, transcrito no Bol do QG de 30 de julho de 1963, transformou o CMM em Batalhão Motorizado, sendo seu 1º Cmt, o Ten Cel PM Ary Anapurus, estando no Comando Geral da PMEG o Cel PM Edson de Moura Freitas.
Pelo Bol do QG nº 144, de 24 de julho de 1968, passou a denominar-se Batalhão de Choque ( BC ), ficando o Cel PM Expedito Guedes de Carvalho, à frente do Comando. Era Cmt Geral da PMEG o Cel Ex Oswaldo Ferraro de Carvalho.
Em 05 de outubro de 1971, pelo Bol do QG nº 187, baseado no Decreto “E”nº 5.078, de 30 de setembro de 1971, foi criado o Regimento de Choque resultante da fusão do 1º Regimento de Cavalharia com o Batalhão de Choque, sendo o Cel PM Luís Lopes Filho seu Comandante. Permanecia no Comando da PMEG o Gen Bda Oswaldo Ferraro de Carvalho.
Pela necessidade no Comando de execução do Decreto – Lei nº 92, de 06 de maio de 1975 que fundiu a PMEG e a PMRJ, foi o Regimento de Choque transformado em Batalhão de Polícia de Choque, em 03 de fevereiro de 1977.









Nenhum comentário:

Postar um comentário