Follow by Email

sexta-feira, 8 de abril de 2011

África, você conhece “mesmo” esse continente?????



África, você conhece “mesmo” esse continente?????
Diante desse evento mundial que tem por objetivo mais explícito uma competição esportiva e por trás uma mega articulação financeira e comercial de grandes empresas (observe quando um jogador vai dar uma coletiva, olhe o background!) e de grandes associações esportivas ligadas direta e indiretamente ao futebol, o continente africano vem sendo amplamente colocado em foco.
A primeira copa no continente africano... realizado em um país cuja história carrega uma forte significação diante do processo de segregação racial-étnica ocorrida em seu seio...
São fatos que chamam a atenção para esse continente que freqüentemente está relacionado como inúmeros preconceitos, com visões distorcidas... Por exemplo, quando estudamos a civilização egípcia muitas vezes não a associamos como uma civilização africana, essa associação quase não é enfatizada e isso ocorreu por um bom tempo!Essas e muitas outras falhas históricas vem sendo reproduzida por séculos. Porém, há uma preocupação contemporânea constante em reverter essa situação.
Para muitos a África ainda é um continente único, negro, pobre, selvagem, atrasado, sem passado, sem contribuições para a humanidade... Infelizmente ainda existe esse prisma em relação a esse continente múltiplo, rico, multi-étnico, entre outras coisas!!!
Vejamos esse pequeno trecho:

O preconceito da África sem História

De há muito tempo o continente africano é apresentado pela imprensa mundial como sendo a área do planeta onde predominam a fome, as guerras, as epidemias, os extermínios em massa, etc. Em suma, é o lugar mundial da pobreza e da morte. A causa dessas calamidades são apresentadas como sendo inerentes aos povos africanos, isto é, por estarem ainda no estágio tribal de desenvolvimento, não conseguem viver "civilizadamente". Neste sentido, tudo não passa de um processo de auto-extinção dos próprios africanos. Todos os conflitos neste continente são colocados como sendo de caráter étnico ou tratados como meras guerras tribais.

Estas concepções tentam encobertar as verdadeiras razões atuais que provocam estas situações, como também descartam a realidade histórica da África. Normalmente, quando se fala em História da África pensa-se no tráfico de escravos, dando uma falsa imagem de que os africanos só viveram esta realidade. Por conta disto, levantar algumas questões a respeito do desenvolvimento histórico dos africanos torna-se fundamental, tanto para entender seu momento atual como para romper com preconceitos já estabelecidos de que na África não houve História antes da presença européia, mais claramente, a partir da expansão portuguesa pelo litoral africano no século XV.
(Texto extraído de
http://opop.sites.uol.com.br/ger_n7_4.htm )

Vamos repensar sobre esse continente??????
Ainda dá tempo de respeitá-lo como se deve!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário