Follow by Email

domingo, 26 de dezembro de 2010

Karate-Do Shito-Ryu

Karatedo ou Karate-Do difere do simples Karaté-Jutsu pelo sufixo "Do". "Do" significa Via, Caminho, Postura. "Jutsu" significa simplesmente "Técnica". Trata-se da prática de uma arte marcial com o fim de buscar o conhecimento interior e a plena realização humana, vencendo os seus medos interiores e aperfeiçoando o carácter, obedecendo a regras milenares e a conhecimentos antigos. Assim, todas as Artes Marciais tradicionais possuem o sufixo "Do", ao invés das simples artes de combate, como o Boxe, Muay Thai, Kick boxing ou K1, sem quaisquer objectivos espirituais que não sejam vencer o adversário fisicamente pela técnica ou técnicas aplicadas.
O estilo de Karate-Do Shito-Ryu foi fundado por Kenwa Mabuni, nascido na cidade de Shuri, Okinawa, ilha localizada no arquipélago Ryukyu, no dia 14 de Novembro de 1889 e falecido em 23 de Maio de 1952.
O estilo Shito-ryu é basicamente o resultado da combinação das características do estilo mais suave-circular do Shuri-te de Anko Itosu com estilo duro-linear do Naha-te de Kanryo Higaonna. Porém, Kenwa Mabuni não se contentou em mesclar as correntes, também sistematizou o treinamento de maneira racional e “científica”. Apesar de estar fundamentado nos ensinamentos de Anko Itosu e Kanryo Higaonna o Shito-ryu é uma verdadeira síntese dos ensinamentos de diversos grandes mestres de artes marciais da Okinawa.
O Shito-ryu é o sistema mais extenso de Karate-do que existe, que se distingue dos demais pelo grande número de Kata, pela suavidade e versatilidade das técnicas de combate e pela inclusão de técnicas de solo (Ne-waza) e do Kobudo (arte marcial antiga de Okinawa) em sua instrução.

A palavra “Ryu” significa “corrente ou fluxo”. Portanto, embora não tenha um significado literal, “Shito-ryu” pode ser traduzido como: “Estilo de Itosu e Higaonna”.

Kenwa Mabuni era descendente de uma famosa família denominada Shikozu (descendentes de Samurai). Devido sua constituição frágil, aos 13 anos começou a aprender a arte do Shuri-te em sua cidade natal, sob a tutela do lendário mestre Anko Itosu (1830–1915).

Um de seus melhores amigos, Chojun Miyagi (fundador do estilo Goju-ryu) apresentou Kenwa Mabuni a outro grande mestre daquele período chamado Kanryo Higaonna, com quem começou a aprender o Naha-te.

Anko Itosu ensinava técnicas velozes, fortes e poderosas, como por exemplo, os Kata Naifanchi (Naihanchi Shodan) e Bassai (Bassai Dai), enquanto Kanryo Higaonna, por outro lado lecionava métodos baseados em movimentos circulares, fortalecimento do corpo e combates a curta distância, características que podem ser vistas nos Kata Sanchin, Seipai e Kururunfa.

Kenwa Mabuni tornou-se lendário devido seu grande conhecimento sobre os Kata e suas aplicações (Bunkai). Por volta de 1920, era considerado como a maior autoridade na prática e na história dos Kata de Okinawa, sendo muito solicitado como professor por seus contemporâneos.

Kenwa Mabuni, não possuía um estilo próprio definido, ensinava Shuri-te e Naha-te “puros”, conforme havia aprendido com seus dois principais mestres.

Por volta de 1933, Kenwa Mabuni, estabeleceu um método teórico baseado na combinação/fusão dos ensinamentos de seus mestres, resultando ao longo dos anos em um estilo próprio. Originalmente, seu estilo foi chamado de Hanko-ryu (estilo metade duro), mas depois mudou para Shito-ryu que melhor refletia o profundo respeito que sentia por seus dois principais mestres.

Em 1938, Kenwa Mabuni publicou um livro chamado Kobokenpo Karate-do Nyumon (Introdução ao Karate-do), onde pela primeira vez aparece oficialmente o nome Shito-ryu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário