Follow by Email

domingo, 13 de março de 2011

BAIRRO DE MADUREIRA - RIO DE JANEIRO

foto

Ortofoto
O nome do bairro vem de Lourenço Madureira que, no século XIX, era lavrador e criador de gado em terras da antiga Fazenda do Campinho, existente desde o início do século XVII.

No virada do século XIX para o século XX, Madureira já tinha se tornado um importante eixo ferroviário com a inauguração das estações de Madureira (1890), na antiga Estrada de Ferro Dom Pedro II, e de Inharajá (1908) – atual estação Mercado de Madureira ou Magno -, na antiga Estrada de Ferro Melhoramentos do Brasil (linha auxiliar). Em 1958, com a inauguração do viaduto Negrão de Lima, foram interligadas as áreas do bairro separadas pelos ramais da linha férrea.

Madureira se consolidaria como centro comercial dos subúrbios com a construção do Mercado de Madureira (1914), que, durante boa parte do século XX, foi o maior centro de distribuição de alimentos da região. Após sofrer um incêndio, em 2000, o “Mercadão” de Madureira ressurgiu modernizado.

Madureira é uma referência significativa para a cultura carioca, não apenas no que se refere à musica – abriga a escola de samba Império Serrano, fundada em 1947, e o tradicional Jongo do Morro da Serrinha –, mas, também, ao futebol. O antigo Madureira Atlético Clube, o “tricolor suburbano”, revelou grandes jogadores como Didi, Jair da Rosa Pinto, Evaristo, entre outros. 

Hoje, Madureira destaca-se como um importante centro funcional dos subúrbios, com intensa área comercial nas ruas Carvalho de Souza, Carolina Machado e Estrada do Portela, destacando-se shoppings como o “Tem Tudo”, Polo 1, o Shopping São Luiz e o moderno Madureira Shopping Rio.

Para saber mais sobre a história do bairro clique na barra superior em ?

Nota: A denominação, delimitação e codificação do Bairro foi estabelecida pelo Decreto Nº 3158, de 23 de julho de 1981 com alterações do Decreto Nº 5280, de 23 de agosto de 1985.
Fonte: http://portalgeo.rio.rj.gov.br/armazenzinho/web/BairrosCariocas/main_bairro.asp?area=083

Nenhum comentário:

Postar um comentário